Agregar, de forma articulada, os melhores grupos de pesquisa na fronteira da ciência e em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do país; impulsionar a pesquisa científica básica e fundamental competitiva internacionalmente; estimular o desenvolvimento de pesquisa científica e tecnológica de ponta associada a aplicações para promover a inovação e o espírito empreendedor.  Essa é concepção do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologiaos INCTs.

O Instituto Nacional Energias Oceânicas e Fluviais (INEOF) é um INCT aprovado pelo CNPQ em 2016 e inicio das atividade em 2017, com prazo de 4 anos (2017-2022), liderada pelo Instituto de Energia Elétrica da Universidade Federal do Maranhão (IEE/UFMA) e com a participação de 4 universidade federais com pesquisas no tema das energias do mar, sendo: Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI). 

Contribuir para o desenvolvimento técnico-científico em uso de energias oceânicas e fluviais, atendendo às demandas da geração de energia renovável para o país, por meio da estratégia de formação de rede capaz de conferir sinergia à produção do conhecimento, desenvolvimento e inovação técnico e cientifica, formação de recursos humanos, divulgação do conhecimento técnico científico e sua transferência para o setor produtivo, sociedade e o Governo.

Eventos

VIII Simpósio Brasileiro de Sistemas Elétricos - SBSE

O Simpósio Brasileiro de Sistemas Elétricos (SBSE) é um evento de caráter científico, técnico e industrial, consolidando-se a cada edição bienal como um dos principais eventos na

27º Congresso Internacional de Transporte Aquaviário, Construção naval e Offshore

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Energias Oceânicas e Fluviais, por meio do Prof. Dr.

Reunião técnica no Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia - COPPE - UFRJ

No dia 12/04/2018, foi realizada a reunião técnica no Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia - COPPE, unidade da Universidade Federal do Rio de

XXIII Congresso Brasileiro de Automática (CBA 2020)

O XXIII Congresso Brasileiro de Automática (CBA 2020) acontecerá entre os dias 23 e 26 de Novembro de 2020, na modalidade de evento virtual.

Webinar - "Governança das Energias Renováveis (Oceânicas) no Brasil: Instituições e Legislação" - Prof. Dr. Maamar El-Robrini

Na tarde desta sexta-feira, dia 14/08 às 14:00, será realizado webnario trasmitido tanto pela plataforma Google Meet quanto pelo canal do Youtube INEOF UFMA, intitulado "Governança das Energias Renováveis (Oceânicas) no Brasil: Instituições e Legislação", ministrado pelo Prof. Dr. Maamar El-Robrini, Doutor em Geologia Marinha - Faculdade de Oceanografia, Professor titular dos Programas de Pós Graduação em Oceanografia e Engenharia Naval da Universidade Federal do Pará - UFPA (lattes:http://lattes.cnpq.br/5707365981163429). 

Links de acesso:  

https://meet.google.com/pzu-xyou-ixe (Google Meet)
https://youtu.be/RnpJqGVLg_s (Youtube)

THE TiPA PROJECT - Tidal turbine Power take-off Accelerator

Em 2016, um consórcio europeu de energia das marés composto por sete parceiros, liderado pela Nova Innovation na Escócia, garantiu  o financiamento da Comissão Europeia para demonstrar e validar um subsistema inovador de tomada de força de acionamento direto (PTO) para turbinas de maré. O projeto durou 36 meses e foi concluído no quarto trimestre de 2019.

O subsistema PTO de acionamento direto transforma a energia das marés em eletricidade sem usar uma caixa de velocidades, reduzindo o número de peças móveis e tornando-a mais eficiente do que um sistema convencional usando uma caixa de velocidades. Isso melhora a confiabilidade das turbinas, reduzindo o custo da energia das marés.

Recursos eólicos offshore e estabilidade da camada limite atmosférica

Webinar sobre Recursos eólicos offshore e estabilidade da camada limite atmosférica foi realizado no dia 07 de Agosto de 2020 pelo Professor Dr. Felipe M. Pimenta, Doutor em Oceanografia Física, professor do Programa de Pós-Graduação em Oceanografia da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.

PhD em Oceanografia Física pela Universidade de Delaware nos Estados Unidos (UDEL, 2009), Pós-Doutorado pela Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI, 2009-2010) e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE, 2010 a 2011).

Defesa de Dissertação: "Variabilidade na Geração baseada em Fontes Renováveis: O potencial do Maranhão no Fornecimento de Flexibilidade ao Sistema Interligado Nacional"

Nesta sexta-feira, dia 31/07/2020, o mestrando em Energia e Ambiente da Universidade Federal do Maranhão, Gabriel Araujo do Nascimento defenderá às 10:00, pela plataforma Zoom a dissertação "Variabilidade na Geração baseada em Fontes Renováveis: O potencial do Maranhão no Fornecimento de Flexibilidade ao Sistema Interligado Nacional", com orientação do Prof. Dr. Osvaldo Ronald Saavedra Mendez e coorientação do Prof. Dr. Francisco Sávio Mendes Sinfrônio.

Determinação das propriedades geométricas

Webinar sobre Determinação das propriedades geométricas e do material de uma pá da turbina eólica por análise inversa será realizado no dia 24 de julho de 2020 pelo pesquisador Dr. John Alex Hernández Chujutalli, Doutor em Programa de Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e pesquisador de pós-doutorado - Grupo de Energias Renováveis no Oceano - GERO/COPPE/UFRJ.

Brazil offshore wind resources and atmospheric surface layer stability. Energies

PIMENTA, F. ; ASSIREU, A. ; SILVA, A. ; ALMEIDA, V. ; Saavedra, Osvaldo R. . Brazil offshore wind resources and atmospheric surface layer stability. Energies, v. 12, p. 4195, 2019.

Numerical modeling of Maranhão Gulf tidal circulation and power density distribution

CZIZEWESKI, ANTHEA ; PIMENTA, FELIPE MENDONÇA ; Saavedra, Osvaldo Ronald . Numerical modeling of Maranhão Gulf tidal circulation and power density distribution. Ocean Dynamics, v. 1, p. 1-16, 2020.

Tidal energy

Tidal energy is power produced by the surge of ocean waters during the rise and fall of tides. Tidal energy is a renewable source of energy. During the 20th century, engineers developed ways to use tidal movement to generate electricity in areas where there is a significant tidal range—the difference in area between high tide and low tide. All methods use special generators to convert tidal energy into electricity. Tidal energy production is still in its infancy. The amount of power produced so far has been small. There are very few commercial-sized tidal power plants operating in the world. The first was located in La Rance, France. The largest facility is the Sihwa Lake Tidal Power Station in South Korea. The United States has no tidal plants and only a few sites where tidal energy could be produced at a reasonable price. China, France, England, Canada, and Russia have much more potential to use this type of energy.

Dimensionamento ótimo de um sistema de baterias de fluxo redox de vanádio para microrredes

Iasmin Andrade almeida.

Bacharela em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA (2017). Atualmente é aluna de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Eletricidade da Universidade Federal do Maranhão (PPGEE/UFMA).

 

Maximização da produção dos conversores de energia de onda: controle latching

Webinar sobre Maximização da produção dos conversores de energia de onda: controle latching" apresentado no dia 20 de julho de 2020 pelo Dr. Milad Shadman, Doutor em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Professor visitante - Grupo de Energias Renováveis no Oceano - GERO/COPPE/UFRJ.

D.Sc. em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2017) na área de energia renovável do oceano, com foco em energia de onda e eólica offshore.